domingo, novembro 09, 2008

DESENHAMENTO | PALAVRA/IMAGEM:PUREZA


O jogo de encontrar uma imagem fotográfica que possa conotar-se com certa palavra ditada por uma fonte anónima implica rebuscar em arquivos ou socorrer-nos da memória a fim de resolver esse problema. Parece uma tarefa fútil, de facto um jogo: mas não se trata principalmente disso. O que acontece é mais complexo e tem uma carga pedagógica, cultural, eventualmente interventiva. O nosso arquivo tem localizações específicas, as palavras não se encontram na mesma «gaveta» das imagens, enquanto estas se relacionam com outros espaços de arrumação e relação. Fotografar um elemento da vida para se colar à palavra «morte» pode cair num resultado ambíguo, mas pode também estabelecer uma metáfora pluralmente significante.
Aqui a imagem procura ilustrar a palavra pureza.

3 comentários:

vida de vidro disse...

É na verdade mais que um jogo pelo que revela de nós aos outros e a nós próprios, se estivermos atentos. A foto é bela, algo realmente puro num fundo desfocado e sujo. **

Miguel Baganha disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
bettips disse...

Achei muito interessante o texto de Miguel Baganha e o facto de ter encontrado em 1980 e por ti, a explicação das diferentes matérias de que nos vamos fazendo - e olhando - há mais de 2 anos!
Há olhares límpidos e delicados, uns convencionais outros práticos, uns poéticos outros racionais (uma grande parte está já há muito tempo por lá). E por fim há um saudável exercício de VER, OBSERVAR, FAZER, MOSTRAR, FALAR - como vasos comunicantes de experiências.
Na tua fotografia, vi a luz que iluminou uma haste na tempestade, entre nuvens negras: a tua expressão de pureza é tão subjectiva como o é a minha percepção. Mas entendo a tua e tu entendes a minha? Isso é "comunicar"!
Essa a graça e, talvez, a sabedoria de viver com outros.
Abraços