sexta-feira, setembro 22, 2006


A CULPA DE DEUS
para um ensaio sobre o livre arbítrio
________________________________________________
aqui se dá notícia deste livro que será lançado
brevemente e apresentado em lugar a designar
*
Agora blasfema para o Alexandre, irmão ferido e entretanto sustentado, a par da escrita, pela fé ordenadora do Universo. «Deixem tudo isso, as feridas e os erros, o desalinho dos destinos, tudo, todo o sofrimento, todos os equívocos, meninos mal nascidos, sem olhos ou sem coração; deixem tudo isso porque eu já decidi responsabilizar-me, em declaração universal, por esse horror. Bem sei, só posso estar louco, louco e lúcido como o pobre Leo, esse que dizia viver em paz no jogo paradoxal da cultura da revolta. Godot faltou ao encontro, abandonou-nos junto à raiz da árvore que floresce e se despe de folhas todos os anos, ao correr do tempo, para sempre. Deus está morto, nem o corpo do filho foi encontrado. A terra vai ficar inóspita e silenciosa. Mas podem serenar, eu não vivo de ninguém nem para ninguém. E como é preciso haver um Deus, mesmo culpado ou a quem podemos perdoar, eu fico no lugar Dele».
__________________________________________________
Breve excerto do livro aqui anunciado, de Rocha de Sousa, nas livrarias em Outubro

2 comentários:

naturalissima disse...

Finalmente tio... vamos ter esse grande livro cá fora!!!
Quero tê-lo... estou ansiosa por lê-lo!

Até logo
Beijinhos
Daniela

copa-rota disse...

Rocha de Sousa:
Fico a aguardar o lançamento do seu livro, caro amigo.
Espero que tenha uma repercussão positiva.

Até lá, um abraço...

Miguel